Nos EUA, hackers desbloqueiam o iPhone


Quase dois meses após o lançamento do celular da Apple, o iPhone, hackers finalmente destravaram o aparelho. George Hotz, de 17 anos, publicou semana passada, em seu blog, o procedimento para destravar o celular mais comentado do ano. Hotz levou um iPhone destravado para o escritório da agência de notícias Associated Press, e colocou no …

Quase dois meses após o lançamento do celular da Apple, o iPhone, hackers finalmente destravaram o aparelho. George Hotz, de 17 anos, publicou semana passada, em seu blog, o procedimento para destravar o celular mais comentado do ano. Hotz levou um iPhone destravado para o escritório da agência de notícias Associated Press, e colocou no aparelho um cartão SIM da operadora T-Mobile, que pertencia a um dos repórteres da agência. Foi possível, com este cartão, realizar chamadas do iPhone utilizando a rede da T-Mobile. Vale lembrar que o iPhone possui contrato de exclusividade com a AT&T.

A T-Mobile é uma das únicas operadora de grande porte dos EUA, junto com a AT&T, a utilizar a tecnologia GSM, sendo que a teconologia CDMA tem forte presença no país, dividindo o mercado. As complicadas instruções para destravamento, divulgadas por Hotz, envolvem soldagens e manipulação do software do aparelho. O hacker afirmou que tentou deixar as instruções o mais simples possível, mas analistas avaliam que destravar o aparelho continuará a ser uma atividade somente para especialistas. O Engadget, blogue sobre tecnologia, informou que um grupo anônimo de hackers também destravou o telefone, semana passada, utilizando um método diferente que não requer alterações no hardware. (Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior MTNL oferece chamadas internacionais VoIP a US$ 0,02 por minuto
Próximos Borin vai para a Associação de Marketing Móvel