Nortel vai cortar mais de mil empregos


Mal dirigentes da Nortel Networks anunciaram (ontem, 26), no Brasil, a estratégia da empresa para sobreviver e crescer num mercado tão competitivo, e em consolidação, como o de telecomunicações, na sede, em Toronto, a corporação informa que cortará 1,1 mil empregos, em todo o mundo, e que fará mudanças em seu programa de pensões para …

Mal dirigentes da Nortel Networks anunciaram (ontem, 26), no Brasil, a estratégia da empresa para sobreviver e crescer num mercado tão competitivo, e em consolidação, como o de telecomunicações, na sede, em Toronto, a corporação informa que cortará 1,1 mil empregos, em todo o mundo, e que fará mudanças em seu programa de pensões para melhorar margens operacionais e economizar recursos. (Leia reportagem  “A estratégia da Nortel para crescer.)

Como parte do plano de reestruturação previamente anunciado, primeiro a Nortel disse que cortaria 1,9 mil postos de trabalho, mas aumentou em 800 pessoas suas novas operações no México e Turquia. A empresa tem, hoje, 35 mil empregados. Cerca de 1,2 mil cortes serão decorrentes do enxugamento de centros de operações. Também devem ser eliminados 350 cargos de chefia intermediários, e o mesmo número de outras posições em diversas unidades de negócios espalhadas pelo mundo.

Essa reestruturação deve resultar em economia de custos estimada em US$ 100 milhões (79,6 milhões de euros) em 2007, dos quais US$ 35 milhões (27,9 milhões de euros) no segundo trimestre. Em 2008, a redução de custos é projetada em US$ 175 milhões (140 milhões de euros).

Aposentadorias

A partir de 1º de Janeiro de 2008, será a vez de mudar o plano de aposentadorias, que deve adotar o modelo de contribuição definida, o mesmo já adotado por diversas outras grandes empresas, com o objetivo de reduzir as incertezas que rondam os planos tradicionais. Contudo, os funcionários já aposentados não serão afetados pelas novas medidas.

A partir do dia 1º de julho, a Nortel também eliminará benefícios associados ao seguro saúde pós-aposentadoria de muitos integrantes da equipe.

A fabricante canadense estima que, a partir de 2008, poderá economizar US$ 100 milhões (80 milhões de euros) nas despesas com aposentadorias, e mais de US$ 400 milhões (318 milhões de euros) por volta de 2012.

(Da Redação com agências internacionais)

Anterior Mais especulações sobre a novela Sonae-PT
Próximos Motorola fornece setop boxes IP ao Japão