Nokia fará rede LTE para a distribuidora de energia Elektro


A Nokia fechou acordo com a distribuidora de energia elétrica Elektro para construção de uma rede LTE privada no interior de São Paulo. O projeto prevê o uso de células 4G operando em 13,5 GHz, que vão receber e transmitir dados de sensores inteligentes instalados na rede de energia. Além das eNodeB, a fabricante de equipamentos de rede criou CPEs específicos para serem usados em projetos de smart grid.

A implementação é a primeira da Nokia na América Latina para o setor elétrico. Segundo Osvaldo Di Campli, presidente da empresa para a região, faz parte da diversificação das vendas a fim de abarcar diferentes setores produtivos, além do tradicional mercado de telecomunicações. “Além do setor elétrico, a Nokia também está com projetos nos setores de agricultura e mineração”, afirma.

Para a Elecktro, que faz parte do grupo Neoenergia, a implantação é a primeira etapa de um projeto com duração até 2030, e prevê a transformação completa de sua rede elétrica para padrões digitalizados. O grupo vai investir R$ 10 bilhões até lá para implementar um sistema de smart grid.

No momento, no entanto, o projeto é mais comedido. A instalação piloto fechada com a Nokia acontece em Atibaia, Bom Jesus dos Perdões e Nazaré Paulista. Prevê, a partir de novembro, a substituição de todos os medidores por modelos digitais, de 75 mil clientes. Nos próximos dois anos, a Elektro vai avaliar os resultados a fim de expandir para outras cidades. A expectativa é reduzir em 80% as fraudes (roubo de energia), além de abrir oportunidades em cidades inteligentes.

O projeto também é realizado em parceria com a Aneel, que estuda uma nova regulação para o setor elétrico a fim de facilitar a implementação de redes elétricas inteligentes.

Anterior Telefónica lança na Espanha dispositivo inteligente para casa do cliente
Próximos Altarede vai investir US$ 1 milhão em DWDM na rota Rio-Vitória