Nokia escolhe Rio de Janeiro para seu estúdio de design


A Nokia está inaugurando no Rio de Janeiro um estúdio satélite de design, que desenvolverá projetos de pesquisa sobre influências culturais, sociais e de design de aparelhos celulares, no Brasil e na América Latina, durante os próximos dois anos. Este é o segundo estúdio satélite (assim chamado por trabalhar em conjunto com o principal estúdio …

A Nokia está inaugurando no Rio de Janeiro um estúdio satélite de design, que desenvolverá projetos de pesquisa sobre influências culturais, sociais e de design de aparelhos celulares, no Brasil e na América Latina, durante os próximos dois anos. Este é o segundo estúdio satélite (assim chamado por trabalhar em conjunto com o principal estúdio de design da empresa, localizado na Finlândia) implementado pela Nokia, sendo que o primeiro, localizado em Bangalore, na Índia, foi inaugurado em meados de 2007.
 
O estúdio funcionará em parceria com o departamento de design da UniverCidade, e promoverá pesquisas e trocas culturais entre estudantes e designers cariocas e profissionais de todo o mundo. Segundo Ana Valtonen, diretora de pesquisa da Nokia, o estúdio tem por objetivo avaliar aspectos culturais e sociais locais, que podem influenciar na utilização e desenvolvimento de aparelhos celulares, dispositivos e aplicativos.
 
Para William Yau, diretor de design da Nokia, "o Brasil foi escolhido por ser um lugar fascinante para o desenvolvimento de novos designs por sua diversidade cultural, além de ser um mercado importante para a empresa". O executivo, que ficará sediado no país durante todo o desenrolar do projeto, ressalta que serão feitos trabalhos em outras cidades do Brasil, para analisar tendências e idéias da comunicação móvel no Brasil. Dentre as principais características observadas até agora, ele destaca o fato de que "os brasileiros são bastante afetivos, e por isso esperam mais retorno emocional dos celulares".

Anterior PT vai presidir Comissão de C&T da Câmara
Próximos Revenda de serviço celular deverá ser liberada no segundo semestre