Nokia e Alcatel-Lucent: o primeiro dia, € 8,1 bilhões em caixa


A Nokia e Alcatel-Lucent começaram a operar juntas, como uma só empresa, hoje, 14. A fusão, de € 15,6 bilhões, foi trabalhada desde o segundo trimestre do ano passado. Em pouco mais de seis meses, as companhias obtiveram o aval das agências reguladoras para concretizar a união, e em dezembro, levaram a cabo as operações financeiras de troca de papeis da Alcatel-Lucent por ações e títulos da Nokia.

A companhia passa a resultante, que se chamará Nokia, passa a ter como foco equipamentos de rede e tecnologia sem fio (móvel). Os produtos serão divididos em: redes móveis, redes fixas, redes ópticas e IP, aplicações e analytics e patentes. Segundo a empresa, a fusão permitirá abarcar um mercado 50% maior, que movimenta cerca de € 130 bilhões ao ano, e que deve crescer 3,5% por ano, em média, até 2019. As empresas combinadas, segundo números do final de 2014, têm receita de € 24,7 bilhões e, conforme números de junho, €8,1 bilhões em caixa.

A aquisição, segundo os executivos das empresas, resultará em uma transformação profunda. Como destaca o chairman do conselho de administração da nova companhia, Risto Siilasmaa, “mais de 99% de nossos mais de 100 mil funcionários não usavam crachás da Nokia há apenas três anos”. A nova empresa tem 104 mil funcionários, dos quais, 40 mil alocados em pesquisa.

O presidente e CEO da nova Nokia, Rajeev Suri, também considera esta quinta-feira como o início de uma nova etapa da companhia, mais preparada para as transformações tecnológicas. “A combinação com a Alcatel-Lucent vem na hora certa: conseguiremos alinhar nossos produtos e cronograma de desenvolvimento à exigência da nova geração de redes. A Nokia passa a ter escala global, capacidade de inovação e um portfólio fim a fim para liderar essas transformações”, diz.

Última etapa da união financeira, a empresa reabriu hoje a oferta de troca de papéis da dívida da Alcatel-Lucent, para que aqueles ainda em posse desses títulos troquem por equivalentes da nova companhia.

 

Anterior Porto Seguro Conecta reformula planos e busca mais clientes
Próximos Dilma sanciona PPA e plano não traz metas para banda larga fixa