Nokia compra Alcatel-Lucent por 15,6 bilhões de euros


A sinergia entre as duas empresas foi valorizada pelo chairman da Nokia, que fez o anúncio. Enquanto a empresa finlandesa é forte em produtos para a telefonia celular – como a LTE e RAN – a franco-americana tem seu forte nas redes ópticas e equipamentos para a telefonia fixa.

A fusão entre a fabricante finlandesa e a franco-americana foi formalmente anunciada na manhã de hoje. O chairman da Nokia, Risto Siilasmaa disse “estar imensamente satisfeito em anunciar o plano para a fusão dos ativos. Esta fusão vai crar um líder em NGN e em tecnologica de nuvem, disse o executivo. A nova empresa terá muita sinergia, tendo em vista que a empresa finlandesa tem seu forte na fabricação de equipamentos LTE e RAN, para a telefonia celular e a Alcatel-Lucent é forte na rede fixa e óptica.

Segundo o CEO da Nokia, Rajeev Suri, os 40 mil empregados das duas empresas que se dedicam em P&D vão se focar agora em desenvolver soluções para a 5G, IP, SDN, cloud e IoT. ” A França terá a sede do laboratório de P&D assim como o centro de inovação em 5G”, completou.

O acordo deverá ser concluído no primeiro semestre de 2016 e a intenção da nova empresa, conforme o chairman da Alcatel-Lucent, Philippe Camus, é criar uma poderosa empresa global de infraestrutura.

Anaslitas veem a nova fusão como negativa para a Ericsson, pois cria um forte competidor para a empresa sueca. E pode também afetar os planos da coreana Samsung, que demonstrava ambição em ingressar firme no mercado de infraestrutura de telefonia móvel. ( com agências internacionais). 

Anterior Dataprev fecha 2014 com lucro líquido de R$ 171 milhões
Próximos União Europeia confirma processo antitruste contra Google