NET/Vivax: reações positivas.


Segundo o presidente da NET Serviços, Francisco Valim, na conferência de hoje, 13, com analistas, as reações à aquisição da Vivax foram positivas. Mas, se, ontem, 12, a negociação com ADRs da companhia registrou valorização de 5,89%, encerrando o dia com cotação de US$ 10,42, hoje, na Bovespa, os papéis da operadora (NETC4) tiveram alta …

Segundo o presidente da NET Serviços, Francisco Valim, na conferência de hoje, 13, com analistas, as reações à aquisição da Vivax foram positivas. Mas, se, ontem, 12, a negociação com ADRs da companhia registrou valorização de 5,89%, encerrando o dia com cotação de US$ 10,42, hoje, na Bovespa, os papéis da operadora (NETC4) tiveram alta de 1,22%, abaixo do resultado geral do pregão, que avançou 1,38%.

Nas contas da corretora Brascan, considerando as cotações de fechamento dos papéis na Bolsa de Valores de São Paulo no último dia 11, isto é, R$ 21,19 para ação da NET e R$ 37,95 para unit da Vivax (equivalendo basicamente a 3 ações e, portanto, R$ 12,65 por ação), há uma relação de troca no mercado de 0,5970 ação da NET para cada ação da VIVAX, com uma diferença de praticamente 5%. O analista Felipe Cunha, da Brascan, considera que esse spread deve ser reduzido, face a um melhor desempenho das ações da NET, em função da aquisição, que ele reputa extremamente positiva para a companhia, pois permitirá diversos ganhos.

O processo

Segundo o Fato Relevante enviado ao mercado, a NET celebrou contratos com determinados acionistas da Vivax para, num primeiro estágio, adquirir participação minoritária e, em seguida, o controle total. No último dia 11, a HTI – Horizon Telecom International, detentora de 36,7% do capital social da Vivax, fechou negócio com a NET, passando para essa empresa tanto as suas participações diretas na Vivax, como na BTVC – Brasil TV a cabo Participações, controladora (52,6% das ações ordinárias) da Vivax. Essa última é uma empresa de capital fechado controlada por Fernando Norbert.

De antemão, a Globo Comunicação e Participações, a Embratel Participações e suas respectivas controladas detentoras de participações na NET acordaram em ceder seus direitos de preferência sobre as ações preferenciais em favor da subscrição pela HTI. Em contrapartida, a Globo e a Embratel terão uma opção de compra caso a HTI decida vender suas ações de emissão da NET. Essa transação não altera o controle da NET.

No final dessa etapa, a NET passa a acionista minoritária na Vivax e na BTVC, detendo 36% do capital da Vivax (basicamente os 14,6% da participação direta da HTI e os 22,1% da participação indireta da HTI via BTVC). O controle da Vivax continuará a ser exercido indiretamente por Norbert, através da BTVC.

Num segundo momento, caso a transação seja aprovada pela Anatel, a NET passa a ter controle da Vivax, e Norbert receberá ações preferenciais da adquirente. A primeira possibilidade para essa etapa é a incorporação da totalidade das ações do capital da Vivax ao patrimônio da NET, com a conversão da primeira em subsidiária integral da segunda. Tal operação deve ser aprovada pelos acionistas das duas empresas nas respectivas assembléias gerais de acionistas.

Um segundo caminho poderá ser a venda por Norbert de todas as ações da Vivax que detem indiretamente.

Mudanças

Após esse processo, será realizada oferta pública para a aquisição da totalidade das ações da Vivax(OPA de Alienação de Controle). Será oferecida aos acionistas da Vivax a possibilidade de permutar cada ação ordinária ou preferencial sua por 0,5678 ação preferencial da NET. Se os acionistas da Vivax aderirem à OPA, haverá novo aumento do capital da NET, como determina a legislação brasileira.

Isso mudará a estrutura da NET, caso os minoritários da provedora não exerçam seu direito à preferência. Aqui, Globo/Embratel passam a ter 24,4% do capital total da NET (48,3% das ações ordinárias); a GB, 17% (51% das ON) e, via mercado, os preferencialistas Vivax ficam com 18,9% do capital total, e os NET, 39,7%.

(Da Redação)

Anterior "Concorrência continua", afirma Valim, da NET.
Próximos Concentração no mercado de torres celulares