Netflix faz reclamação no STF, que derruba censura a especial do Porta dos Fundos


[Atualizado 20h20] A empresa de streaming de vídeos Netflix fez uma reclamação no Superior Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira, 9, contra a liminar do desembargador Benedicto Abicair, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que censura o especial de Natal da produtora Porta dos Fundos. Na reclamação, pede a revogação da liminar.

“Nós apoiamos fortemente a expressão artística e vamos lutar para defender esse importante princípio, que é o coração de grandes histórias”, afirmou porta-voz da Netflix ao Tele.Síntese.

A decisão do desembargador foi motivada por pedido da Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, segundo a qual a veiculação do especial viola a fé, a honra e a dignidade de católicos e ultrapassaria os limites da liberdade de expressão prevista na Constituição.

No STF, o caso terá relatoria do ministro Gilmar Mendes, mas como o tribunal eles está em recesso, a liminar já foi julgado antes pelo presidente Dias Toffoli, em plantão. Ele derrubou a censura por entender que que não será um filme satírico de humor capaz de “abalar valores da fé cristã”. (Com agências)

Anterior Camex isenta II de equipamentos para IoT e satélites
Próximos Provedor satelital cresce com parceria no agronegócio