Net quer repetir crescimento em 2008


Após anunciar aumento de 151% em seu lucro líquido em 2007, a Net serviços quer manter o mesmo nível de crescimento para esse ano. Para tanto, José Guaraldi Félix, que assumiu a presidência da empresa há dez dias, conta com a diversificação de serviços promovida pela empresa nos últimos anos. O executivo afirma não temer …

Após anunciar aumento de 151% em seu lucro líquido em 2007, a Net serviços quer manter o mesmo nível de crescimento para esse ano. Para tanto, José Guaraldi Félix, que assumiu a presidência da empresa há dez dias, conta com a diversificação de serviços promovida pela empresa nos últimos anos. O executivo afirma não temer a concorrência com o serviço de IPTV que possa vir a ser fornecido pelas teles, ou super-teles, como no caso da BrOi (advinda da fusão da Brasil Telecom com a Oi). “A Net tem uma tecnologia muito mais competitiva que a IPTV, mais barata e eficiente, que já foi testada pelo mercado”, destacou hoje, em teleconferência à imprensa. Ele também ressalta que uma eventual super-tele não mudará os procedimentos da operadora: “Em uma eventual fusão, o que vai acontecer é que vamos ter mais concorrência ainda, mas vamos continuar como sempre fomos, isso não vai mudar, pode se fundir quem quiser”.

Para 2008 a expectativa da empresa é manter o mesmo nível de investimentos verificado em 2007, com cerca de R$ 550 milhões para a aquisição de novos clientes, e R$ 220 milhões em investimentos discricionários, para a melhoria da rede. O executivo acredita que a margem EBTIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) deverá variar entre 26% e 28%, praticamente a mesma verificada em 2006 e 2007. “Se o crescimento for acelerado, ficaremos na faixa inferior (26%), ou ligeiramente abaixo, mas se o crescimento for menor, ficaremos na faixa superior (28%) ou um pouco acima”, avaliou Félix. Ele também descartou maiores impactos de turbulências na economia norte-americana no desempenho da operadora este ano. “A crise da economia americana tem raízes próprias do mercado de lá, e os reflexos no brasil tendem a ser mais amenos. Mas temos um plano B, que é atrair novos assinantes e diversificar nosso mercado”, destacou o executivo.

A operadora também divulgou que já possui 5 mil inscrições de pessoas que manifestaram interesse em adquirir seu serviço de HDTV (TV digital de alta definição, na sigla em inglês) em São Paulo, única localidade em que o serviço foi lançado. “Temos bastante equipamentos em estoque, e já instalamos cerca de mil unidades em relativamente pouco tempo, pois começamos as instalações de forma mais intensa a partir de janeiro deste ano”, ressalta Félix.

Anterior Microsoft oferece US$ 44,6 bilhões pelo Yahoo
Próximos Medeiros deixa a Telefônica e é substituído por Barbieri