Net e Telefônica mudam de ringue, e vão para o Conar.


A Net iniciou hoje a veiculação de novas peças publicitárias do NET Fone.com, após o Conar (Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária) ter emitido liminar solicitando a suspensão da veiculação da propaganda anterior do produto. A medida do Conar atendeu a pedido da Telefônica,  que divulgou comunicado à imprensa alegando que “os preceitos éticos da leal …

A Net iniciou hoje a veiculação de novas peças publicitárias do NET Fone.com, após o Conar (Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária) ter emitido liminar solicitando a suspensão da veiculação da propaganda anterior do produto. A medida do Conar atendeu a pedido da Telefônica,  que divulgou comunicado à imprensa alegando que “os preceitos éticos da leal concorrência e da apresentação verdadeira e completa das características dos produtos anunciados” não foram respeitados na propaganda em questão.

Na nota a Telefônica ressalta que a sustação da campanha publicitária alcançou 3 filmes e 1 anúncio de mídia impressa, e salientou que a Net apresentou “três pedidos de revogação da liminar, todos negados pelo Conar, que manteve a liminar de sustação até que ocorra o julgamento de mérito”, programado para a próxima quinta-feira.

O NET Fone.com é um pacote com telefonia fixa, internet e acesso a canais abertos de TV ao custo de R$ 39,90. Segundo Roberta Godói, diretora comercial da Net, a empresa não mudará sua estratégia comercial de divulgação do produto, independente do resultado do processo no Conar. “Estamos aguardando a decisão, mas não vamos mudar toda a campanha já definida para 2008”, destacou a executiva.

Ela se diz confiante em uma decisão favorável à Net, e descarta, no momento, qualquer recurso frente a uma eventual decisão desfavorável. “Se a decisão do Conar for no sentido de que não pudermos divulgar a campanha do NET Fone.com, vamos encontrar uma outro forma para fazer essa divulgação. O fato é que temos um produto diferenciado, e vamos continuar a comercialização, não estamos amarrados a uma campanha publicitária, temos nossos objetivos comerciais em 2008, e esses nos vamos cumprir”, conclui Roberta.

Anterior Mudança no PGO é combatida
Próximos Nextel ganha mais 11 meses para ingressar com telefonia fixa em SP