Net e Simba fecharam acordo porque os dois lados cederam, diz Félix


tv-digital-torre-antena936x600 transmissão predioO presidente da Claro Brasil, holding que congrega Claro, Embratel e NET, José Antônio Félix, avalia que foi possível fechar o acordo com a Simba – joint-venture que congrega as emissoras Record, SBT e RedeTV! – e recolocar os sinais das emissoras na programação da TV paga porque os dois lados cederam.

” Os dois lados abriram mão de suas convicções. Eles estavam convictos de que o  valor de seu conteúdo era de R$ 15,00 por assinante.  Nós estávamos convictos de que não tínhamos que pagar por TV aberta.  Abrimos  mão e fechamos o acordo”.

Segundo Félix, o acordo foi fechado com o pagamento na base de alguns centavos por mês por assinante. ” Quanto tempo vai durar o acordo, também não sei. No futuro essas coisas não vão se sustentar e a TV aberta terá que  viver com seus meios”, concluiu.

 

Anterior Teles dizem que baixa rentabilidade pode comprometer futuro da indústria
Próximos Claro vai pagar preço de referência por uso de postes da Light