NET aumentará capital social em até R$ 2 bilhões


A NET vai aumentar seu capital social em até R$ 2 bilhões. A decisão foi aprovada em assembleia de acionistas nesta quarta-feira (27). Pela proposta, a companhia poderá elevar o capital dos atuais R$ 6,5 bilhões para R$ 8,5 bilhões. Os participantes também aprovaram a mudança no estatuto social da empresa, que poderá criar um “comitê especial independente”, composto por não administradores da companhia, para negociar as condições da reorganização societária decorrente da união das operações com a Claro. O comitê será composto por três integrantes, escolhidos pelo conselho de administração.

A decisão, apesar de vitoriosa, teve, no entanto, um voto contrário. O minoritário Tempo Capital Principal Fundo de Investimento de Ações rejeitou as propostas e acusou a companhia de “alterar as regras do jogo no meio da partida” ao promover a mudança no estatuto. Segundo a Tempo Capital, a medida foi tomada para beneficiar a Consertel, classificada como controladora indireta da NET, em detrimento dos minoritários, “que serão, em grande parte, expulsos por impossibilidade de se manterem em uma empresa não listada em bolsa”.

A Tempo Capital disse ainda que pretende questionar a “legalidade” do fechamento de capital caso a NET não repense a reorganização social e definiu a criação do comitê como uma manobra, “um jogo de cartas marcadas”, para evitar votações entre os acionistas sobre a reestruturação. “A administração da companhia não apenas já aprovou a sua criação, como os integrantes dos comitês especiais já foram todos nomeados”, acusa, citando fatos relevantes de 8 de agosto.

A Embratel também realizou nesta quarta-feira uma assembleia na qual foi aprovada alteração similar em seu estatuto social, permitindo a criação de comitês para tocar a reorganização societária resultante da fusão com a Claro e abertura de capital da empresa resultante. Também na assembleia da Embratel, a Tempo Capital apresentou o voto contrário, nos mesmos moldes.

Anterior TIM é ativo estratégico, avisa Telecom Italia
Próximos Telecom Italia oferece R$ 21 bi pela GVT :15% de participação na TIM e 20% de suas ações