Neo TV afirma que irá zelar pela isonomia no mercado de TV paga


Em nota distribuída hoje, 1º, à imprensa, a Neo TV (associação que reúne 54 operadoras independentes de TV paga), afirmou que, a partir de agora, irá zelar para que as cláusulas propostas ontem no acordo firmado entre a Globosat e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômca), e que acaba com a exclusividade na transmissão …

Em nota distribuída hoje, 1º, à imprensa, a Neo TV (associação que reúne 54 operadoras independentes de TV paga), afirmou que, a partir de agora, irá zelar para que as cláusulas propostas ontem no acordo firmado entre a Globosat e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômca), e que acaba com a exclusividade na transmissão de jogos de futebol, sejam implementadas com vistas a reafirmar a isonomia no mercado de TV paga. A nota é um indicativo de que a associação não deve questionar novamente no Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência acordo, denominado tecnicamente de Termo de Compromisso de Cessação de Prática (TCC). A associação afirma que seu objetivo será preservar os consumidores de suas operadoras filiadas para que eles tenham condições de adquirir um bom produto, a um preço justo, que proporcione a continuidade de negócios das empresas. “É com base nestes pontos que a Neo TV continuará trabalhando e analisará a forma de implementação do TCC”, diz o comunicado.
Da Redação

Anterior José Moreira Ribeiro é o novo presidente da ABR Telecom
Próximos HP acelera o passo no mundo da convergência