NEC paga quase R$ 2 bilhões por empresa de serviços de TI para o setor público, na Inglaterra


Designed by Freepik
Designed by Freepik

A NEC Corporation comprou a empresa britânica de serviços de TI Northgate Public Services (NPS). A aquisição faz parte dos planos de expansão dos negócios internacionais de segurança da multinacional japonesa, que pagou £475 milhões, cerca de R$2 bilhões, à companhia internacional de private equity Cinven. A transação deverá ser concluída até o final do mês.

Fundada em 1969, a Northgate Public Services desenvolve softwares e serviços para o setor público, principalmente no seu país sede, e emprega cerca de 1.400 engenheiros em todo o Reino Unido e na Índia. A empresa trabalha em estreita colaboração com a polícia britânica e organizações governamentais, com o objetivo de implantar sua plataforma de negócios em uma ampla base de clientes, incluindo forças policiais locais, bem como escritórios de cobrança de impostos, de segurança social e do setor de habitação.

O negócio de segurança internacional da NEC capitaliza tecnologias biométricas, incluindo tecnologias de reconhecimento facial e reconhecimento de impressões digitais e fornece sistemas de identificação para mais de 30% das forças policiais estaduais nos Estados Unidos.

No Reino Unido, a NEC vê oportunidades na melhoria do serviço administrativo e na redução de custos por meio da visualização de dados e da oferta de serviços online.

“Com essa aquisição, a NEC tem como objetivo apoiar e fortalecer as tecnologias da NPS voltadas a operações policiais, a fim de estabelecer novas soluções de segurança com base em uma plataforma de negócios comum e desenvolver os mercados internacionais que fazem parte desse planejamento”, complementa.

“Agora seremos capazes de oferecer um conjunto mais amplo de serviços e software para nossa base de clientes existente, além de expandir novos setores geográficos e tecnológicos”, diz Stephen Callaghan, CEO da Northgate Public Services.

A intenção é vender, conjuntamente, serviços de biometria, de detecção de fraudes em serviços de distribuição de benefícios sociais e de reconhecimento facial em massa, tanto no Reino Unido, como fora. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Ascenty capta US$ 350 milhões para acelerar expansão na América Latina
Próximos Começam a valer novas regras para o transporte por aplicativo em São Paulo