Não haverá MP para autoridade de dados neste governo, diz ministro


O ministro de C&T, Gilberto Kassab, disse hoje, 20, que a discussão sobre a criação da autoridade de proteção de dados (que foi vetada no projeto de lei que tratou da questão) vai ficar mesmo para o próximo governo.

As entidades que defendem a criação dessa agência ainda tinham esperança de que o presidente Michel Temer assinasse uma Medida Provisória com a criação da agência, mas Kassab afirmou que ainda não há consenso no governo. “As discussões estão avançadas, mas faltam alguns consensos ainda e será uma das primeiras missões do próximo governo”, disse Kassab.

PF

Em relação à ação da polícia federal,  que ontem foi a sua casa recolher documentos depois da denúncia da J&F de que teria repassado R$ 58 milhões, Kassab afirmou estar “muito sereno e tranquilo” pois, segundo ele, são serviços prestados por sua empresa, antes mesmo que o atual grupo controlador a assumisse . “Essa operação já existe há algum tempo, e confio no Judiciário e no  Ministério Público”, afirmou.

 

Anterior Temer assina PGMU, que deve ser publicado nesta sexta, diz Kassab
Próximos Oi avisa ao mercado que irá instalar antena 4G em 1.155 locais com novo PGMU