Multiplicam-se os testes para pagamentos móveis


Enquanto a Visa International investe e faz parceria com a mFormation, empresa especializada em gerenciamento de dispositivos móveis, a Cingular escolheu a Mastercard para o teste do Mastercard PayPass. No primeiro caso, as duas empresas trabalham juntas para alavancar o desenvolvimento de soluções para pagamentos móveis “pelo ar” (over the air, OTA). Traduzindo, Visa e …

Enquanto a Visa International investe e faz parceria com a mFormation, empresa especializada em gerenciamento de dispositivos móveis, a Cingular escolheu a Mastercard para o teste do Mastercard PayPass. No primeiro caso, as duas empresas trabalham juntas para alavancar o desenvolvimento de soluções para pagamentos móveis “pelo ar” (over the air, OTA). Traduzindo, Visa e mFormation vão desenvolver soluções de entrega e gerenciamento OTA para aplicações de pagamentos móveis. Os primeiros pilotos dessas aplicações estão previstos para o ano que vem, segundo as empresas.

A Visa EUA, em particular, tem experiência com pagamentos móveis. Em novembro, anunciou um programa piloto com 500 funcionários, na Califórnia, usando mensagens de texto, imagens gráficas ou códigos de barras. Quanto à mFormation, tem acordo tecnológico com a VeriSign desde fins do ano passado, para o serviço VeriSign Secure Mobile Device Management, destinado a criar um ambiente wireless seguro, e prover os recursos para gerenciar dispositivos.

Já o teste do Mastercard PayPass da Cingular está em vias de começar na cidade de Nova York, com clientes das duas empresas, que vão utilizar terminais Nokia. Com esses handsets, os usuários poderão fazer compras em NY. E participar do piloto de pagamento “sem contato” de tíquetes do metrô da cidade, experimento patrocinado pelo Citigroup, MasterCard Worldwide, Metropolitan Transportation Authority e MTA New York City Transit. Esse piloto deve durar de três a seis meses.

(Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior WiMAX vs.3G?
Próximos Publicidade móvel, uma promissora fonte de receita.