Mudanças no comando da Angola Cables Brasil


Rafael Pistono angola cables

A Angola Cables está mudando de comando no Brasil. Rafael Pistono (foto), chamado há cerca de dois anos para estruturar as operações locais, deixou o cargo. Regina Menezes passa a ser a diretora regional da operadora.

Pistono vai integrar o conselho de administração da empresa. Também vai assumir posição no escritório Vinhas e Redenschi Advogados. Ali, terá o papel de criar uma área dedicada ao setor de telecomunicações, entretenimento e tecnologia. O escritório já tem entre os clientes do setor Claro, Embratel e Datora. Pistono, advogado de formação pela UERJ, era sócio do escritório antes de ser CEO da filial brasileira da Angola Cables.

 

Segundo ele, a saída estava planejada desde o início. Sua tarefa era estabelecer a Angola Cables no Brasil até o início da fase operacional, o que aconteceu com a entrada em funcionamento do cabo submarino Monet.

A Angola Cables deve concluir, até o meio do ano, a estação do SACS, cabo que liga o Brasil a Angola, na África. A previsão é que o cabo entre em operação no segundo semestre.

Anterior Movimento une setor produtivo contra reforma do PIS/Cofins
Próximos Ascenty inicia construção de novo data center em Jundiaí