Mudanças na gestão da ICANN são bem recebidas


A mudança na gestão da ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers), órgão responsável pela delegação de domínios na Internet, que passa a ser gerida por grupos independentes e não apenas pelos Estados Unidos, como aconteceu até agora, foi bem recebida pelo Comitê Gestor da Internet. "Nos cinco anos em que participei do board …

A mudança na gestão da ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers), órgão responsável pela delegação de domínios na Internet, que passa a ser gerida por grupos independentes e não apenas pelos Estados Unidos, como aconteceu até agora, foi bem recebida pelo Comitê Gestor da Internet. "Nos cinco anos em que participei do board da Icann nunca houve interferência dos EUA nas decisões do órgão. No entanto, a possibilidade de liberar (a gestão) de um governo específico e passa-la para a responsabilidade da comunidade como um todo, é uma medida na direção certa", comentou Demi Getschko, diretor-presidente do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e considerado um dos "pais" da Internet no Brasil. "Governo é importante, mas também o terceiro setor e a comunidade da internet como um todo", acrescentou Demi.

O acordo entre o departamento de Comércio dos Estados Unidos e a ICANN, anunciado ontem, colocou  fim a uma série de acordos de curto prazo entre os dois signatários. Na prática, as decisões da ICANN passavam antes apenas pelo crivo dos Estados Unidos. Agora, passarão pelo crivo de uma comissão multilateral, com membros escolhidos pelo CEO da ICANN e o presidente do GAC (Governmental Advisory Committee).

A medida foi bem recebida também pela União Europeia, que vinha pressionando pela mudança. Em comunicado, a comissária para a Sociedade da Informação, Viviane Reding, considerou que  a Internet ficará "mais independente, responsável e internacional". (Da redação)

Anterior Radiodifusores das Américas e Europa condenam violações em Honduras e Venezuela
Próximos Uma tecnologia nacional para o Rádio Digital