MPF/SP abre consulta pública sobre qualidade dos serviços de banda larga móvel


O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) abriu a consulta pública sobre a qualidade, velocidade, continuidade do serviço de acesso móvel à internet (3G), contrato, condições de oferta e atendimento ao consumidor. O objetivo da consulta, aberta por 60 dias, é colher informações e opiniões de todos os interessados no tema para instruir procedimento …

O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) abriu a consulta pública sobre a qualidade, velocidade, continuidade do serviço de acesso móvel à internet (3G), contrato, condições de oferta e atendimento ao consumidor. O objetivo da consulta, aberta por 60 dias, é colher informações e opiniões de todos os interessados no tema para instruir procedimento do MPF sobre o assunto.

O MPF abriu um inquérito civil a partir de uma representação da associação de defesa do consumidor Pro Teste, para apurar eventual prejuízo aos consumidores em face da má prestação de serviços por parte das operadoras de telefonia celular que oferecem o serviço de banda larga 3G.

Na representação da entidade, constam reclamações sobre ausência total do serviço, baixa velocidade, oferta diferente do que foi oferecido e mau atendimento ao consumidor e até propaganda enganosa. Serão aceitas contribuições até às 16h do dia 18 de maio. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Oi será fornecedora oficial de serviços de telecom para o Mundial de 2014
Próximos Oi anuncia quinta-feira as novas condições de troca das ações da BrT