MP-DFT vai investigar vazamento de dados de até 32 milhões de clientes da Sky


A Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial (Espec) do Ministério Público do Distrito Federal e Território instaurou ontem, 11, inquérito civil público para investigar suposto incidente de segurança envolvendo o banco de dados da Sky Brasil.

Segundo o inquérito, 32 milhões de clientes da Sky Brasil podem ter tido os dados pessoais vazados na internet, como nome completo, data de nascimento, e-mail, senha de login do serviço, endereço IP, métodos de pagamento, número de telefone e endereço residencial. Os dados eram disponibilizados sem necessidade de autenticação, por um simples comando através da web.

O objetivo do inquérito é investigar as circunstâncias do suposto incidente de segurança envolvendo o banco de dados da Sky Brasil, bem como apurar as responsabilidades pelos danos causados. A investigação será comandada pelo promotor Frederico Meinberg Ceroy.

O vazamento foi identificado pelo pesquisador Fabio Castro, que revelou o problema através de sua conta no Twitter, em novembro, incorporado abaixo:

Anterior Gebara vai substituir Navarro na presidência Telefônica Vivo a partir de janeiro
Próximos Anatel lança proposta de agenda com 53 novos regulamentos