Moisés Queiroz Moreira é indicado oficialmente para a presidência da Anatel


O presidente Michel Temer encaminhou ao Senado o nome de Moisés Queiroz Moreira para ocupar o cargo de presidente da Anatel, que ficará vago no início de novembro. O secretário de Radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações tem o apoio da radiodifusão, que nunca tiveram assento na diretoria da agência e conta com o silêncio das teles.

Moreira vai substituir Juarez Quadros, cujo mandato termina no dia 4 do próximo mês, que vem colecionando atritos com o ministro da pasta, Gilberto Kassab. A despedida de Quadros está prevista para o dia 1º de novembro, quando a agência vai comemorar o aniversário de 21 anos.

Moreira será sabatinado pelos senadores e precisará ter o nome aprovado na Comissão de Infraestrutura e no plenário. Antes de ocupar a Secretaria de Radiodifusão, Moreira, que é engenheiro, atuou nas assessorias parlamentar e especial do ministério, com maior trânsito entre os parlamentares, que sempre têm muitas reivindicações nesse setor. Além disso, atuou no Ministério das Cidades, quando Kassab era o ministro. Em São Paulo, teve atuação na Assembleia Legislativa e chegou a se candidatar a prefeito do município de Tremembé, sem sucesso.

Uma das primeiras tarefas de Moreira na Anatel, caso tenha o nome confirmado no Senado, será decidir sobre o saldo dos recursos da digitalização da TV aberta, que vem sendo reivindicado pelos radiodifusores. Nesta semana, Kassab confirmou que esta tarefa será do Gired – grupo que disciplina a digitalização – e que é comandado pelo presidente da Anatel.

Anterior Cloud é área estratégica para a Huawei
Próximos Padtec já ilumina 200 mil KM de rede óptica na América Latina