A primeira fase de implantação do Sistema de Gerenciamento da Fiscalização (SGF) na Prefeitura de São Paulo está sendo finalizada. Esse processo envolve 500 fiscais que estarão equipados com tablets e terão acesso imediato, via aplicativos, ao arcabouço regulatório que contempla 480 leis e 200 decretos e suas atualizações. Eles poderão fotografar os incidentes passíveis de ação fiscal, obter as assinaturas eletrônicas e enviar o procedimento adotado para a Prodam (Companhia de Processamento de Dados do Município) que o encaminhará para os órgão relacionados. Na segunda fase, que está sendo homologada, será a vez do planejamento e supervisão serem incorporados ao sistema e a terceira, sendo desenvolvida, prevê o gerenciamento de toda a plataforma, inclusive com recursos analíticos para extrair insights que colaborem com a gestão pública.

Carlos Correa, responsável pelo projeto dentro da Prodam, falou sobre o tema ontem durante o 18 Wireless Mundi, realizado em São Paulo. Veja mais sobre isso no Inovação nas Empresas.