Miranda, novo ouvidor da Anatel, promete autonomia


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva nomeou o engenheiro Nilberto Diniz Miranda para o cargo de Ouvidor da Anatel, vago desde o início do mês passado, com a saída de Aristóteles dos Santos. O decreto de nomeação, publicado hoje no Diário Oficial da União, estabelece mandato de dois anos. Miranda já exercia atividades na …

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva nomeou o engenheiro Nilberto Diniz Miranda para o cargo de Ouvidor da Anatel, vago desde o início do mês passado, com a saída de Aristóteles dos Santos. O decreto de nomeação, publicado hoje no Diário Oficial da União, estabelece mandato de dois anos. Miranda já exercia atividades na Ouvidoria como assessor.

Em sua apresentação hoje, durante reunião do conselho consultivo, Miranda disse que trabalhará para aperfeiçoar a interface com o público e que sua conduta será de independência e autonomia. "Autonomia vinculada lealdade absoluta ao governo Lula, que afinal me nomeou, e respeito total e subordinação integral aos anseios da sociedade", disse.

Engenheiro formado pela Faculdade Federal de Ouro Preto, trabalhou no Sistema Telebrás entre 1974 e 1998 na área de implantação de redes externas. Antes, havia atuado na Empresa Brasileira de Engenharia e no Banco do Brasil. Participou do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). Em fevereiro de 2004, veio para a Anatel. Na agência, foi chefe de gabinete,superintendente-executivo e assessor da Ouvidoria.

PUBLICIDADE
Anterior Separação das empresas não aumenta tributo, garante relator do PGO.
Próximos Comissão promove fórum latino-americano de inclusão digital