Ministério Público investiga vazamento de dados na Fiesp


Depois da constatação que dados pessoais de mais de 34 milhões de brasileiros vazaram,  a Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) instaurou inquérito civil público para investigar suposto incidente de segurança envolvendo banco de dados da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). As informações foram encontradas em um banco de dados aberto e não criptografado do Elasticsearch, com possibilidade de amplo acesso público.

Segundo o MPDFT, serão apuradas as circunstâncias do suposto incidente de segurança e as responsabilidades pelos danos eventualmente causados. Os dados pessoais estavam disponíveis em um banco de dados aberto e não criptografado. A maior coleção de dados continha informações de 34.817.273 brasileiros. Foram expostos dados pessoais como nome, RG, CPF, sexo, data de nascimento, endereço, e-mail e telefone.(Com assessoria de imprensa)

Anterior Google altera exibição de publicidade para campanha política na Europa
Próximos Governo extingue a Alcântara Cyclone Space por medida provisória