Ministério Público abre inquérito para investigar hackers do Facebook


O Ministério Público do Distrito Federal decidiu investigar o ataque de hackers sobre a fragilidade de 50 milhões de contas do Facebook e abriu ontem,1, Inquérito Civil Público, (ICP) que será coordenado pelo Promotor de Justiça Frederico Meinberg Ceroy, Coordenador da Comissão de Proteção dos Dados Pessoais.

Para abrir o inquérito, o  MP considerou que o ataque aconteceu há menos de 10 dias das eleições presidenciais brasileiras e que os criminosos se apropriaram das chaves que autorizam o acesso dos usuários às contas, o que poderá ter provocado potenciais danos aos usuários.

O MP vai investigar as circunstâncias do suposto comprometimento de dados pessoais dos brasileiros bem como apurar as responsabilidades pelos danos causados.

A Comunidade Europeia já está pensando em aplicar multa de € 1,5 bilhão à empresa, por permitir esse ataque.

Anterior Novo regulamento de exposição humana a campos magnéticos é publicado
Próximos Custo da TIC para o governo sobe menos que a inflação