Ministério da Saúde e Whatsapp lançam figurinhas para alertar sobre o Covid-19


À medida que o coronavírus (Covid-19) avança no Brasil, o WhatsApp, uma das principais formas de comunicação no país, se uniu ao Ministério da Saúde para elaborar figurinhas sobre como prevenir a doença e sua disseminação.

“A informação é fundamental para prevenir que o vírus se espalhe no Brasil. O WhatsApp tem uma enorme base de usuários no país e entendemos que o aplicativo pode ser um grande aliado do Ministério da Saúde, como já tem acontecido em outros países onde temos trabalhado com os órgãos de saúde para fornecer maneiras simples para os cidadãos receberem informações precisas sobre o vírus.”, afirmou Pablo Bello, diretor de Políticas Públicas de Mensageria Privada na América Latina.

PUBLICIDADE

A plataforma não diz, no entanto, se está tomando medidas para restringir a circulação de desinformação específica sobre a doença. Diz, no entanto, que as figurinhas devem colaborar para reduzir o envio das mensagens falaciosas sobre o Covid-19.

“A população é sedenta por informação e compartilhar conteúdo de uma maneira menos técnica sobre as formas de prevenção do coronavírus faz com que tenhamos um alcance maior, evitando o compartilhamento de fake news”, opina a coordenadora do Núcleo de Multimídia do Ministério da Saúde, Ana Miguel.

O pacote com 11 figurinhas traz recomendações como “Lave bem as mãos”, “Desinfete os objetos usados”, “Evite tocar nariz, bocas e olhos”, “Fique informado”, entre outros. A ilustração é assinada pela designer paulistana Ana Cattini, 26 anos.

Projetado para ser uma plataforma de comunicação privada para famílias e amigos, o WhatsApp hoje conecta dois bilhões de pessoas em todo o mundo de forma segura por meio de mensagens criptografadas que profissionais de saúde e seus pacientes, por exemplo, têm usado cada vez mais.

A empresa afirma que as figurinhas fazem parte da iniciativa de combater as mensagens virais e as falsas informações que se espalham facilmente através do aplicativo. Nesse sentido, o ano passado e antes do estouro do surto da doença, já reduziu o número de conversas que podem receber uma mensagem encaminhada ao mesmo tempo para apenas cinco, e a introduziu os rótulos ‘encaminhada’ e ‘altamente encaminhada’ para identificar mensagens compartilhadas várias vezes. A empresa também recomenda que os usuários verifiquem os fatos em fontes oficiais e confiáveis antes de compartilharem mensagens recebidas.

As novas figurinhas estão disponíveis aqui.

Anterior 60° Encontro Tele.Síntese é adiado
Próximos Algar Telecom Franquias leva mais de 1 mil Km de fibra óptica para 32 cidades