Minicom prepara novo edital de cursos para telecentros


O Ministério das Comunicações cancelou oficialmente hoje o pregão para contratação de empresa para fornecer 130 mil cursos de qualificação a distancia nos telecentros. O pregão foi suspenso pelo TCU (Tribunal de Contas da União), em dezembro, por falta de detalhamento do conteúdo programático dos cursos. Segundo o consultor jurídico do Minicom, Marcelo Bechara, novo …

O Ministério das Comunicações cancelou oficialmente hoje o pregão para contratação de empresa para fornecer 130 mil cursos de qualificação a distancia nos telecentros. O pregão foi suspenso pelo TCU (Tribunal de Contas da União), em dezembro, por falta de detalhamento do conteúdo programático dos cursos.

Segundo o consultor jurídico do Minicom, Marcelo Bechara, novo edital já está sendo elaborado, incorporando não só as sugestões do TCU como também as observações da CGU (Controladoria-Geral da União) para o aperfeiçoamento da licitação. "Nós temos pressa porque os usuários dos milhares de telecentros espalhados pelo país estão ávidos por conteúdo de cursos", disse.

Bechara disse que, sem treinamento dos usuários, fica prejudicado o uso social das infraestruturas de inclusão digital, que estão chegando aos municípios brasileiros.

A empresa que vencer o pregão ficará responsável pela infraestrutura tecnológica necessária para as capacitações dos usuários dos telecentros comunitários espalhados por todo o Brasil, incluindo a conexão à internet. Serão ofertados cursos para a iniciação profissional, como auxiliar de escritório, operador de telemarketing e secretariado. Os cursos também englobam as áreas de empreendedorismo; informática; software livre;  comunicação e tecnologia; agricultura e pecuária; e meio ambiente.

As aulas serão via internet, com utilização de software livre. Os alunos receberão um cartão vale-curso com um código impresso. Cada cartão dará direito à matrícula em qualquer um dos cursos. Serão confeccionados 130 mil cartões. O Minicom prevê investimentos de mais de R$ 1 milhão nesses cursos.

O cancelamento do pregão saiu publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Anterior Em fato relevante, TIM Participações confirma negociações com a Intelig.
Próximos Nvidia e Microsoft prometem PCs de baixo custo