Minicom pode ser extinto. E radiodifusão? Para o Planalto?


O vice-presidente Michel Temer continua plantando notícias na grande mídia sobre a composição de seu “futuro governo”. E, conforme a agência de notícias Reuters, para o enxugamento que faria na máquina administrativa, decretaria o fim do Ministério das Comunicações.

Mas não para adotar o antigo projeto de fazer o super ministério de infraestrutura, que uniria também as pastas de Minas e Energia e até mesmo aviação, mas para deixar apenas a Anatel como formuladora das políticas e regulações do setor, segundo as fontes ouvidas pela agência de notícias.

A fonte não explicita o que aconteceria com o setor de radiodifusão – comercial,público e comunitário -, mas sugere que as demais atribuições do atual ministério seriam transferidas para o Palácio do Planalto. Ou seja, regulação da mídia e da publicidade, seria feita diretamente pelo Secretário de Comunicação, na antessala do presidente da República.

Anterior Twitter: receita cresce 36% em um ano
Próximos Abinee consegue liminar e volta a cair imposto de celular e computador

1 Comment

  1. eduardo
    27 de Abril de 2016

    *Michel Temer.