MiniCom autoriza emissão de debêntures pela CPFL para construção de rede


O Ministério das Comunicações aprovou projeto de investimento em implantação de uma rede de cabos ópticos em anel em São Paulo pela CPFL Telecom para fins de emissão de debêntures. Com esse aval, a operadora poderá captar recursos com redução da alíquota de Imposto de Renda sobre o rendimento dos papéis.

O projeto da CPFL Telecom inclui a construção da infraestrutura de cabos ópticos; compra e instalação dos equipamentos de rede; construção de salas para gerência e comando da rede; implementação de sistema para restabelecimento da rede em caso de rompimento de cabos ópticos; e implantação de rede de acesso para atendimento a clientes corporativos.

A portaria com a aprovação do MiniCom foi publicada na edição desta segunda-feira (1º), do Diário Oficial da União.

Anterior Ações da Telefônica Vivo apresentam forte alta
Próximos KPMG não aprova contas semestrais do BES