Minicom anula licitação das cidades digitais para realizar audiência pública


O Ministério das Comunicações anulou ontem a licitação para implantação de 160 cidades digitais em todo o país. A justificativa é de que o tema é de grande interesse da sociedade e, por esta razão, decidiu realizar audiência pública para aperfeiçoar a proposta. O objetivo é incorporar no projeto as contribuições da participação popular sobre …

O Ministério das Comunicações anulou ontem a licitação para implantação de 160 cidades digitais em todo o país. A justificativa é de que o tema é de grande interesse da sociedade e, por esta razão, decidiu realizar audiência pública para aperfeiçoar a proposta. O objetivo é incorporar no projeto as contribuições da participação popular sobre inclusão digital e a sua expansão para  160 municípios.  

A necessidade de um debate público para discutir melhor o modelo de sustentabilidade, antes de lançar o edital de licitação foi defendida pela diretora da Momento Editorial, Lia Ribeiro, na coluna que assina neste site, publicada dia 22 de setembro. No artigo, a jornalista relatava a preocupação de estudiosos dos processos de cobertura das cidades com redes sem-fio de acesso à internet com o anúncio do  Ministério das Comunicações de lançar uma licitação de registro de preços para equipar as 160 cidades. “O problema não está no modelo escolhido, mas no fato de ele estar sendo adotado sem um debate público, que é mais do que necessário”, defendia a jornalista no artigo “Cidades digitais: consulta pública é fundamental para o sucesso do programa.”

Audiência ainda sem data

O aviso de revogação do pregão nº 27/2008 foi publicado na edição de ontem Diário Oficial da União. A licitação anterior fica anulada até que seja apresentado um relatório com base na audiência pública. As informações colhidas serão analisadas junto com os projetos experimentais implantados pelo ministério em Tiradentes (MG), Piraí (RJ), Aparecida (SP), Santa Cecília do Pavão (PR), Parintins (PA) e Garanhuns (PE).

O pregão para implantação de 160 cidades digitais do Ministério das Comunicações estava previsto para o acontecer no dia 15 deste mês, mas foi adiado, na última segunda-feira para o dia 3 de novembro, a pedido do mercado. A data da audiência pública ainda não foi divulgada. (Da Redação)

Anterior Tele.Síntese Análise - 164
Próximos Tecnologia da Vex converge Wi-Fi e 3G