Microsoft fatura US$ 23,2 bilhões entre julho e setembro


A Microsoft apresentou receitas de US$ 23,2 bilhões no trimestre terminado em 30 de setembro. O número é 25% maior que o registrado no mesmo período do ano passado. O lucro ficou em US$ 4,54 bilhões, menor que os US$ 5,2 bilhões do mesmo período do ano passado.

Segundo a empresa, o valor foi impactado em US$ 1,14 bilhão, resultado da compra da divisão de dispositivos da Nokia e o consequente plano de demissão de 18 mil funcionários como reestruturação para a fusão das empresas.

A divisão de dispositivos e consumidor faturou 47% mais, totalizando US$ 10,96 bilhões. O tablet da companhia, Surface, vendeu o equivalente a US$ 908 milhões, quase o dobro do ano passado, enquanto os smartphones, US$ 2,6 bilhões.

O X-Box, sistema de entretenimento eletrônico, vendeu no período, 2,4 milhões de unidades. A empresa diz ainda que o Office 365, plataforma de produtividade em nuvem, passou a ter, ao todo, 7 milhões de usuários, 25% mais que no trimestre anterior. A companhia diz ainda que aumentou a receita com software para servidores, como o SQL Server, System Center e Windows Server, em 13%. Sem abrir números, declara que o faturamento com serviços em nuvem, como o Office 365, Azure e Dynamics CRM, cresceu 128%.

Anterior FCC adia para 2016 leilão de frequência que era da TV
Próximos MPF/ES obtém bloqueio de bens de envolvidos no caso Telexfree