Mesmo se vender uma das redes fixas, “Sonae-PT” nadará de braçada em Portugal.


No final deste mês, a Autoridade de Concorrência (AdC) de Portugal deve divulgar sua posição em relação à OPA (oferta pública de aquisição) da Sonae sobre a Portugal Telecom. Ontem, o Jornal de Negócios, de Lisboa, antecipou uma das exigências que será feita pelo órgão, sem citar fontes. O grupo Sonae, conglomerado comandado pelo milionário …

No final deste mês, a Autoridade de Concorrência (AdC) de Portugal deve divulgar sua posição em relação à OPA (oferta pública de aquisição) da Sonae sobre a Portugal Telecom. Ontem, o Jornal de Negócios, de Lisboa, antecipou uma das exigências que será feita pelo órgão, sem citar fontes. O grupo Sonae, conglomerado comandado pelo milionário Belmiro Azevedo, teria que alienar, segundo o matutino, uma de suas duas redes fixas (cobre ou cabo) se quiser concretizar a operação.

A proposta da SonaeCom (braço de comunicações dos Azevedo) pela PT é avaliada em 11,1 bilhões de euros e mobiliza o  país ibérico desde fevereiro no que seria a maior  operação de aquisição hostil realizada em Portugal. Segundo o JN, a preferência do AdC é que seja vendida a rede de cobre. A expectativa é que, com o cumprimento da exigência, a OPA se concretize.

Mesmo sem o cobre, a nova empresa (Sonae-PT) teria posições maciçamente dominantes no mercado móvel (a união da Optimus e da TMN formaria uma empresa com mais de 60% de mercado – deixando a Vodafone, que já reclamou formalmente, para trás)  e no de cabo. Neste último, a companhia poderia competir na telefonia fixa utilizando serviços de VoIP – indicam analistas internacionais.

No caso das operações móveis, é quase certo que o órgão da concorrência obrigue a Sonae a oferecer uma de suas redes para as Mobile Virtual Network Operators (MVNOs), o que, por is só, não satisfaz à Vodafone no quesito “estímulo à concorrência”. Vale ressaltar que a solução havia sido proposta pelos próprios Azevedo –  assim como a alternativa de vender uma das redes fixas – aventada meses atrás. Ou seja, em qualquer hipótese, a Sonae dominará as comunicações do país, disso não há dúvidas entre os especialistas. (Da Redação com noticiário internacional) 

Anterior Linda Morant no marketing da Nokia
Próximos DirecTV e Sky concluem fusão