Mercado avalia que Oi só compra a TIM fatiada


Surprendidos com o comunicado da madrugada de hoje da Oi, sobre a intenção de compra da TIM, (embora as ações da Oi tenham subido ontem 11%, sem aparente qualquer explicação) diferentes bancos, analistas e consultores concordam em um ponto sobre este anúncio: A Oi só teria fôlego para comprar a TIM se a operadora de celular for fatiada. De qualquer forma, este anúncio traz impactos na disputa pela GVT.

Surprendidos com o comunicado da madrugada de hoje da Oi, sobre a intenção de compra da TIM, (embora as ações da Oi tenham subido ontem 11%, sem aparente qualquer explicação) diferentes bancos, analistas e consultores concordam em um ponto sobre este anúncio: A Oi só teria fôlego para comprar  a TIM se a operadora de celular for fatiada.

A TIM poderia ser comprada, na avaliação dos bancos, pelo valor de 8xEbitda, o que somaria um montante de incríveis R$ 45 bilhões (15 bilhões de euros ou US$ 22,5 bilhões), uma dívida inadiministrável para a Oi, que já carrega igual montante de endividamento.

Mesmo com a aquisição da TIM fatiada, o valor que iria desembolsar seria de R$ 15 bilhões de rezias, o que aumentaria a sua dívida para R$ 60 bilhões (quase 5xEbitda). Mas esta possibilidade é melhor aceita pelos bancos, pois estaria sendo dado o passo para a consolidação do mercado brasileiro.

Para  Oi comprar apenas um pedaço da TIM, as outras duas operadoras brasileiras – Vivo e Claro – teriam que adquirir o restante da celular brasileira.

E aí, argumentam os analistas, é por isto que a Oi, em seu comunicado deixou muito claro que o agente financeiro de toda a compra e o agente que vai concluir a operação é o BTG Pactual, que por sinal é um grande acionista da própria Oi. “ O BTG será emissário mercantil da operação, justamente para manter a neutralidade do tema junto aos órgãos reguladores e também junto aos futuros sócios”, afirma um analista. Para ele, a falta de caixa da Oi não é problema frente à solução da fusão. “Dinheiro, se consegue”

Anterior Ricardo May: O empoderamento dos ISPS com a IPTV
Próximos Anatel publica queda dos preços das ligações de telefones fixos para a Nextel