MCTIC perde 50% do orçamento e situação tende a piorar


grafico-negativo-dinheiro-setaO ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, pediu, nesta quarta-feira (9), apoio dos deputados para obter mais recursos para a pasta que, de 2013 para cá perdeu mais de 50% do orçamento para custeio e investimentos. O ministro participou de audiência pública na Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática da Câmara, para falar dos projetos da pasta para 2018.

O secretário-executivo do MCTIC, Elton Zacarias, informou que o orçamento para custeio e investimento da pasta para 2018 é de R$ 3,9 bilhões, com perspectivas para contingenciamento, enquanto em 2013 esse recursos eram da ordem de R$ 9 bilhões. Segundo ele, em 2019 a situação tende a piorar em função da lei do teto de gastos públicos. Ou seja, os gastos públicos não podem crescer mais do que a inflação por 20 anos.

Zacarias destacou que a lei do teto proíbe até que órgãos do ministérios arrecadem recursos para investimentos, como é o caso do CNPq, que não tem mais espaço orçamentário para crescer. Com isso, projetos são deixados de lado.

Além do orçamento reduzido, o MCTIC pena com a falta de concurso público para preencher 1.400 vagas abertas, a maioria em função de aposentadorias. Os cargos vagos representam 25% do total de pessoal da pasta. “Não há sensibilidade do Planejamento para essa demanda”, lamentou.

Anterior Telebras espera decisão favorável do STF ainda esta semana para liberar contrato do satélite
Próximos Correios retomam o lucro após cinco anos de prejuízos