MCTIC e Finep destinam R$ 1 bi para prefeituras e concessionárias públicas inovarem


O governo lançou hoje, 27, o programa Cidades Inovadoras, que irá destinar R$ 1 bilhão em dois anos para governo municipais, estaduais e concessionárias de serviço público financiarem projetos de inovação em três áreas prioritárias: saneamento e recursos hídricos, mobilidade urbana e eficiência energética.

Os recursos, que vêm do Banco Mundial, serão transferidos para os bancos de desenvolvimento estaduais e municipais que, após aprovado o projeto, repassarão integralmente o dinheiro os governos ou concessionárias administrá-los. E as condições do financiamento são bastante atrativas: conforme o grau da inovação, poderá variar em TJLP a taxa negativa de 1,5% até TJLP mais 3% ao ano.

Segundo o presidente em exercício da Finep, Ronaldo Camargo, as condições para o pagamento também são bastante vantajosas – carência entre dois a cinco anos e prazo para o pagamento de 8 a 12 anos.

“A nossa expectativa é de aprovar entre 200 a 400 projetos no primeiro ano”, afirmou Camargo, observando que os projetos poderão ter valores entre R$ 20 a R$ 350 milhões, mas não há um teto definido.

Para o ministro do MCTIC, Gilberto Kassab, a modernização da administração pública é um dos maiores desafios do Estado brasileiro.

Anterior Telebras vai ao Cade contra Via Direta e sindicatos das operadoras de telecom
Próximos Banda larga eleva previsão de crescimento da Furukawa para 20%