MCTIC lança esta semana nova chamada para identificação de players de IoT


19º Wireless Mundi - Momento Editorial (Hotel Maksoud Plaza, São Paulo) - photo robson regato

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação vai lançar esta semana a terceira fase do Bytes de IoT, plataforma digital que procura mapear as iniciativas de Internet das Coisas no país e, dessa forma, estabelecer o panorama do mercado brasileiro em todas as áreas que envolvem a tecnologia. “Consideramos que essa fase é a mais importante para finalizarmos o landscape de IoT no Brasil. Esse mapa se tornará um documento internacional  que vai mostrar o que está acontecendo no país e oferecer oportunidades de parcerias e desenvolvimentos conjuntos”, comentou Thales Marçal Vieira Netto, coordenador geral de Ciência e Tecnologia da Secretária de Política de Informática do órgão.

O executivo participou hoje do 19º Wireless Mundi e confirmou a projeção do governo de lançar em setembro o plano nacional de Internet das Coisas. Em junho, mais tardar em julho, será aberta nova consulta pública para o projeto, uma etapa que deverá auxiliar na identificação de áreas prioritárias entre os 10 ecossistemas já estabelecido na primeira fase do estudo que vem sendo comandado pelo BNDES, CPqD, McKinsey e Pereira Neto Advogados. Na primeira consulta foram entregues 2.228 contribuições.

“Queremos nessa nova fase do  Bytes de IoT cobrir toda a movimentação nesse mercado, da camada de aplicações, plataformas, habilitadores, a base para o desenvolvimento de soluções. Quem não se habilitar, não estará nesse panorama e poderá perder oportunidades futuras de negócios”, disse Vieira Netto.

 

Anterior Prorrogado período em que Oi não pode ser alvo de cobranças judiciais
Próximos Cisco continua selecionando projetos para doação de legado das Olimpíadas