Matrix Internet instala pontos públicos de telefonia VoIP


A Matrix Internet, empresa do grupo Matrix Telecom, associada à Primus Telecommunications, tem planos para disseminar o uso da telefonia VoIP (Voz obre Internet Protocol) em pontos públicos. A solução da empresa, o CallShop, é um sistema de cabines telefônicas que funciona por meio da tecnologia para chamadas. A estratégia  é instalar os pontos em …

A Matrix Internet, empresa do grupo Matrix Telecom, associada à Primus Telecommunications, tem planos para disseminar o uso da telefonia VoIP (Voz obre Internet Protocol) em pontos públicos. A solução da empresa, o CallShop, é um sistema de cabines telefônicas que funciona por meio da tecnologia para chamadas.

A estratégia  é instalar os pontos em locais onde há grande irculação de pessoas, como rodoviárias, aeroportos, shoppings centeres, centros de eventos e turísticos (locais com alto tráfego de ligações DDD e DDI), com  acesso banda larga. Para utilizar o sistema, é necessária uma velocidade de cerca de 30 kbps por porta e equipamentos ATAS (adaptador telefônico analógico) para a transformação de sinais analógico, já que a conexão é feita via chamada local, em digital, para o trânsito da chamada pela internet.

Sistema já atende quase 100 mil por mês

De acordo com Patrícia Nunes, gerente de produto da Matrix Telecom, o CallShop pode operar dentro de estabelecimentos comerciais, hotéis, pousadas e lanhouses. O custo da solução é de R$ 2,5 mil a R$ 5 mil, dependendo da quantidade de cabines. A solução vem sendo comercializada desde final de setembro, em Florianópolis e Curitiba, e atualmente a empresa tem cerca de 25 pontos, atendendo entre 100 a 150 pessoas por dia em cada um. "Com esses pontos já atendemos, aproximadamente, 100 mil pessoas por mês. Até o final de março devemos estar com 70 pontos em operação", informa.

Já na região de São Paulo e Rio de Janeiro, mercados onde a empresa está entrando agora, a meta é atingir, até julho, 40 CallShops. No começo de abril, a empresa tem planos de avançar para a região nordeste por conta da alta movimentação turística. "Esse é um mercado com grandes potencial. Estamos conversando com empresas locais para avaliar o seu potencial ", afirma Patrícia. Segundo a gerente, o CallShop é uma excelente opção para atrair turistas – o custo da chamada VoIP é cerca de 80% menor do que pela rede tradicional de telefonia – e aumentar o fluxo de clientes nos estabelecimentos, especialmente em trânsito e em lugares de grande circulação.

Anterior Sociedade entre Telefónica e PT na Vivo vai para a berlinda
Próximos Adin contra MP da TV digital e dos semicondutores já tem relator