Marca GVT desaparece em 15 de abril


A marca GVT deixará de existir definitivamente em 15 de abril. A partir de então, todos os produtos e serviços passam a ser oferecidos com a marca Vivo. O anúncio foi feito pelas redes sociais da empresa na noite de sexta-feira, com vídeo do fundador da GVT e hoje CEO da Telefônica Vivo Amos Genish prometendo qualidade.

“Desde maio de 2015, estamos trabalhando para aumentar ainda mais os nossos padrões de qualidade, serviços e benefícios exclusivos. O próximo passo dessa união irá acontecer no dia 15 de abril. A partir desse dia, a marca GVT passa a se chamar Vivo. Com isso, unem-se a marca que oferece a maior cobertura de internet móvel com a que possui a melhor banda larga do Brasil”, disse Genish em carta aos clientes.

Os canais de atendimento vão mudar antes. Segundo a empresa, em 2 de abril eles serão integrados aos da Vivo. A empresa afirma que não haverá mudança nos planos contratados pelos clientes GVT ao migrar para a Vivo. No entando, alguns planos terão novo nome. Aplicativos da GVT também receberão a nova marca. Minha GVT, GVT Freedom e GVT Protege, por exemplo, passam a se chamar Meu Vivo Fixo, Vivo Freedom e Vivo Protege. Clientes corporativos não precisam assinar novos contratos. A união já era esperada desde a conclusão da compra da GVT pela Telefónica Vivo, em maio de 2015.

PUBLICIDADE
Anterior Rio Verde desliga últimos canais analógicos
Próximos Conselho da Gameloft recusa a oferta da Vivendi