Mais uma pressão no calvário da Oi


shutterstock_ Mmaxer_abstrataNão bastassem os enormes e intermináveis problemas vividos pela Oi, que está em recuperação judicial, a concessionária agora é submetida à sanha dos procuradores da Lava Jato. Segundo reportagem assinada por Mario Cesar Filho, da Folha de S. Paulo, os procuradores mandaram um recado claro aos executivos da Andrade Gutierrez, que no passado foi um dos acionistas da Oi. Querem saber por que a operadora comprou a Gamecorp, que tinha como um dos acionistas Fábio Luis Lula da Silva, filho mais velho de Lula. “Sem Gamecorp, Lulinha e teles, não tem acordo”, diz o texto.

Nada disso é novo. A compra da Gamecorp pela Oi, em 2005, por R$ 82 milhões, já foi investigada antes e na própria Lava Jato. Em sua delação premiada, Otavio Azevedo, então presidente da Andrade Gutierrez, declarou que a aquisição da Gamecorp, depois PlayTV, seguiu critérios de mercado e não políticos. Mas, segundo a reportagem, os critérios de mercado não convenceram os procuradores, que, como tudo o que se refere à Lula, buscam razões ocultas para o negócio, que seria um canal de acesso “ao PT e à cúpula petista”.

A reportagem também menciona o fato de a administração Lula ter incentivado a fusão entre a Oi e a Brasil Telecom, que acabou se revelando um fracasso, segundo o texto. No entanto, este negócio não está na mira dos procuradores.

O tema da Gamecorp voltou à mira dos procuradores porque o acordo da Andrade Gutierrez está em revisão, pois foram detectadas omissões de crimes por parte da empresa e também em decorrência do acordo de delação da Odebrecht. A Andrade Gutierrez foi uma das primeiras empresas a fechar acordos de delação e de leniência com procuradores da Lava Jato, em 2015, após aceitar pagar uma multa de R$ 1 bilhão.

Anterior Eurico Teles é o novo presidente interino da Oi
Próximos Compras via celular dobram na black friday deste ano

6 Comments

  1. Cláudio
    27 de novembro de 2017

    É incrível uma empresa pagar 82 milhões a uma empresa do Filho do Lula ou qualquer pessoa , a troco de nada , aliás uma empresa que não tinha valor nenhum , Brasileiros são Otários , Só no Brasil uma aberração dessas ,

  2. 27 de novembro de 2017

    Lulinha Presidente

  3. Valtecio Duarte Silva
    28 de novembro de 2017

    A empresa que eu tenho como bom comportamento no meu ponto de vista é vcs apesar de não ganhar nada da Oi referente a troca de celular enquanto as outras pessoas estão trocando mais eu considero muito a OI mais vcs vão sair dessa em nome de DEUS

  4. 28 de novembro de 2017

    Sugiro ao responsável por essa coluna que converse com funcionários graduados da OI, logicamente preservando suas identidades, e ao invés de ilações de perseguição entenda o que de fato aconteceu, ao. Invés de acreditar em conto da carochinha declarado por empresários larápios.

  5. Diego
    28 de novembro de 2017

    Enquanto isso eu e meus colegas fazemos sobreaviso gratuitamente para pagar a conta. Horas extras a troco de folga. Trabalhados numa área de alta complexidade com o salário lá embaixo.

  6. Canuto
    28 de novembro de 2017

    Questões de mercado??????
    KĶKKKKK
    Conversa para boi dormir.