Mais mudanças na Telefônica: três diretoras executivas deixam seus postos.


As mudanças na Telefônica Vivo, provocadas pela substituição de Antonio Carlos Valente por Amos Genish na presidência da empresa, anunciada ontem, 25, começam a se multiplicar. Hoje, foram afastadas de seus cargos as diretoras executivas Leila Loria, de assuntos regulatórios; Cristina Barreto, de planejamento e atendimento ao cliente; e Lylian Brandão, de comunicação corporativa.

Em função dessas demissões, após a troca de presidência e saída do CEO Paulo Cesar Teixeira, o clima na empresa, especialmente em nível de gerência, é de muita apreensão. As medidas já adotadas pelo novo comando da Telefônica Vivo sinalizam que a maioria dos cargos-chave será ocupada pelo staff da GVT.

Para o lugar de Leila Loria deve ser designado Gustavo Gachinero, vice-presidente jurídico e regulatório da GVT. E um dos nomes cotados para assumir a comunicação corporativa e a área de qualidade é o de Ricardo Sanfelice, vice-presidente de marketing e qualidade da GVT. Aliás, em carta dirigida ontem aos funcionários da Telefônica Vivo, Amos Genish destacou que o foco de sua gestão será a qualidade dos serviços e do atendimento ao cliente.

Anterior Samsung lança app desenvolvido no Brasil
Próximos Acionistas da Oi aprovam permuta de ações com PT SGPS