Mais de três milhões de brasileiros aprendem línguas no celular


Não existe dúvida de que os telefones celulares podem ser usado com várias finalidades – inclusive a educação. A operadora Vivo, por exemplo, obteve bastante sucesso promovendo e vendendo serviços de língua, possibilitando que seus clientes aprendam inglês e espanhol via SMS. Alguns críticos dizem que não é a maneira apropriada de ensinar alguém, mas não há duvida de que esse tipo de uso do aparelho gera interesse pelo aprendizado, e motiva seus participantes a dar mais um passo se matriculando numa escola de línguas.

O fato de que três milhões de brasileiros pagam US$ 2,99 por semana para participar de um curso móvel de línguas mostra o grande potencial global do serviço. Além disso, o serviço não precisa de um smartphone para funcionar – os usuários acessam as aulas via SMS, IVR, WAP ou aplicativos.

(Fonte: Strandreports)

Anterior Comissão Europeia quer multar governo português por manter contrato de concessão com a PT
Próximos Qualcomm e Telefônica anunciam colaboração para popularizar 3G na América Latina