Mais de dois bilhões de celulares serão vendidos em 2020


Conforme a consultoria Ovum, os mercados da América Latina e Oriente Médio e África irão liderar o crescimento das vendas, com taxas de 11% e 17%, respectivamente. E os smartphones representarão 95% do total da base, sendo que 40% deles estarão na faixa de US$ 100.

Pesquisa divulgada hoje,21, pela consultoria Ovum indica que as vendas de celulares crescerão de 1,8 bilhão em 2014 para 2,16 bilhões no período de de 2014 a 2020, com crescimento a taxas de 2,4% por ano. Em seis anos, os smartphones representarão 95% do total das vendas de celulares. Em 2014,  representavam 65% .

Conforme a consultoria, a África, Oriente Médio e América Latina irão liderar o crescimento das vendas. Na América Latina, o crescimento será de 11% ao ano e nas duas outras regiões, de 17%, somando vendas de 576 milhões de aparelhos em seis anos. Em 2014 foram vendidos nessas regiões 254 milhões de aparelhos.

A empresa projeta uma saturação do mercado chinês neste período, com crescimento de apena 4,1% nos próximos seis anos, contra crescimento de 19,75% na Índia e de 16,35% na Indonésia. Os países desenvolvidos da Europa e da América do Norte deverão registrar crescimento de 2% mp período.

A empresa aponta uma sensível queda no preço dos smartphones entre 2013 e 2014, quando o preço médio diminuiu de US$ 360 para US$ 258, provocado, na avaliação da companhia, pela massificação dos aparelhos de menor custo. Segundo a empresa, o maior crescimento se dará no mercado de aparelhos que custam menos de US$ 100, e eles representarão 40% do mercado em 2020.

Os sistema operacionais Android e iOS continuarão a liderar o mercado, com 80% e 14% do market share.

Anterior Qualcomm pode separar negócios
Próximos Lucro da ZTE cresce 43% no semestre