Mais de 30% das receitas da Algar Telecom são com banda larga e dados


 

A Algar Telecom, detentora da marca CTBC, apresentou uma receita líquida de R$ 437 milhões no primeiro trimestre de 2012. O resultado significa um crescimento de 10,5% em relação ao mesmo período de 2011.

A oferta de soluções de voz e dados para médias e grandes empresas mais uma vez demonstrou evolução acelerada (28,0%). Outros impulsionadores do crescimento foram os serviços de terceirização de processos de negócios e TI (23%), os serviços de engenharia de telecomunicações (83,2%) e as ofertas de banda larga fixa (14,7%).

Os resultados da Algar Telecom advêm ainda da diversificação de receita e desenvolvimento de novos negócios e serviços. Ao final de março, menos da metade das receitas totais eram oriundas de voz (40%), 32% já eram originárias de banda larga e dados, 4% de TV, 20% de terceirização de processos de negócios e TI e 4% de outros serviços.

 

Desde o segundo semestre de 2011, a empresa tem investido esforços na ampliação da atuação no varejo. O plano teve início após a aquisição do leilão da Banda H, última faixa de frequência disponível no País para a prestação de serviços de telecomunicações na plataforma 3G, em localidades que fazem divisa com a tradicional área de atuação da companhia.

 

Telefonia fixa – No serviço de telefonia fixa, o número de linhas evoluiu 18,1% e atingiu 967 mil. O crescimento reflete a expansão geográfica e a convergência dos serviços. Na autorização continua crescente a conquista de clientes corporativos com soluções de voz e dados, o aumento de número de terminais foi de 42,8%. Na concessão, as linhas fixas somavam 714 mil ao final do 1T12, 11,2% superiores às do 1T11 impulsionadas pela oferta de pacotes.

 

Telefonia móvel – A base de clientes de telefonia móvel alcançou 636 mil no trimestre, 7,7% superior ao 1T2011.Os clientes pós-pagos cresceram 11,6%, passando de 186 mil para 208 mil. O número de clientes pré-pagos, por sua vez, passou de 404 mil no 1T11 para 428 mil no 1T12, um aumento de 6,0%.

 

Banda larga – O número de clientes banda larga atingiu 361 mil no 1T12, um crescimento de 26,6% em relação ao 1T11 refletindo o crescimento tanto da base de banda larga fixa quanto móvel, cujos crescimentos foram de 21,7% e 58,7% respectivamente.

TV por assinatura – O número de clientes de TV atingiu 98 mil ao final do 1T12, uma evolução de 9,6% em relação ao 1T11 refletindo a venda de pacotes. Ao final de 2011 a companhia lançou canais com resolução HDTV, cujas campanhas promocionais se intensificaram ao longo do 1T12.

Dados e voz na autorização – As receitas de soluções de voz e dados na autorização apresentaram um aumento de 28% no trimestre na comparação com o mesmo do ano anterior.
 

Negócios complementares – A receita bruta consolidada pelos negócios complementares da Algar Telecom somou R$ 23,5 milhões no trimestre, aumento de 65,9% em relação ao mesmo do ano passado. A evolução é explicada principalmente pelo negócio de engenharia de telecomunicações, cuja variação foi de 83,2%. A receita de listas e guias telefônicos, por sua vez, apresentou aumento de 8,3%.( Assessoria de imprensa).



Anterior Telefónica lança app para mensagens gratuitas
Próximos MCTI aprova hoje nova política para o software nacional