Lula indica Jarbas Valente para o Conselho Diretor da Anatel


O superintendente de Serviços Privados da Anatel, Jarbas Valente, foi indicado hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para compor o Conselho Diretor da Agência. O nome de Valente foi apoiado pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, e conta com a simpatia do setor. A capacidade técnica de Valente também pesou na escolha, já …

O superintendente de Serviços Privados da Anatel, Jarbas Valente, foi indicado hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para compor o Conselho Diretor da Agência. O nome de Valente foi apoiado pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, e conta com a simpatia do setor. A capacidade técnica de Valente também pesou na escolha, já que o Conselho Diretor, com a saída de Plínio de Aguiar, ficou sem nenhum engenheiro especialista.

A ida de Jarbas Valente para o conselho depende ainda da aprovação da Comissão de Infraestrutura e, em seguida, do plenário do Senado. A mensagem da Presidência da República foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Jarbas José Valente é engenheiro eletrônico e de telecomunicações graduado pela Universidade de Brasília. Especialista em análise de sistemas, em comunicação de dados e marketing de serviços. Possui, ainda, os cursos "Convergence of Broadcasting and Telecommunications Regulation Course – University of Westminster – Londres", de Regulação em Serviços Públicos de Telecomunicações – IBB / George Washington University School – Washington/USA – 2000 e de extensão em Práticas Anticoncorrenciais pela Fundação Getúlio Vargas.

A atuação profissional de Valente foi iniciada em empresas privadas do setor de telecomunicações. Posteriormente, ocupou, dentre outros cargos públicos, a chefia da área comercial da Embratel em Brasília, a Presidência de Conselhos de Administração de diversas empresas do Sistema Telebrás e, no Ministério das Comunicações, as Diretorias dos Departamentos de fiscalização e de Outorga de Serviços de Telecomunicações.

Na Anatel por três anos foi superintendente de Serviços de Comunicação de Massa e, por duas vezes, nomeado Substituto eventual de Conselheiro, tendo exercido o referido cargo por diversos períodos. A partir de 2001 assumiu o cargo de superintendente de Serviços Privados, o qual ocupa até o presente momento. (Da redação)

Anterior Seminário discute banda larga e educação ambiental
Próximos Governo proporá na Confecom regulamentação de leis existentes