Lula defende que UIT coordene debate sobre segurança na internet


O presidente Lula recebeu hoje, na União Internacional das Telecomunicações (UIT), o prêmio "ITU World Telecommunication and Information Society", pelo esforço do governo brasileiro em ampliar o acesso à internet. Em seu discurso de agradecimento, afirmou que a UIT é a instância adequada para coordenar os esforços de combate a crimes na internet e fortalecimento …

O presidente Lula recebeu hoje, na União Internacional das Telecomunicações (UIT), o prêmio "ITU World Telecommunication and Information Society", pelo esforço do governo brasileiro em ampliar o acesso à internet. Em seu discurso de agradecimento, afirmou que a UIT é a instância adequada para coordenar os esforços de combate a crimes na internet e fortalecimento da segurança na rede.

Além de Lula, receberam o prêmio o presindente do GSMA, Rob Conway, e Deborah Taylor Tade, diretora da FCC (Federal Communication Commission). De acordo com o secretário-geral da UIT, Hamadou Touré, eles receberam a homenagem por terem "se dedicado a levar os benefícios da conectividade à internet para todos os cantos do planeta".

Ao receber a homenagem, Lula falou de sua satisfação pelo reconhecimento dos esforços do governo brasileiro em promover a inclusão digital e a segurança e democracia no ciberespaço. "A exclusão digital é hoje um dos maiores empecilhos na busca do desenvolvimento", disse Lula. "Para reduzir as desigualdades, precisamos ampliar o acesso às tecnologias da comunicações. Este acesso deve ir além da dimensão da infraestrutura de comunicações. As pessoas devem ser capacitadas para usar essas tecnologias de maneira crítica e interativa. Isso é importante para promover seu envolvimento na sociedade do conhecimento".

Lula enumerou várias iniciativas do governo brasileiro para ampliar o acesso à sociedade da informação, entre elas a conexão em banda larga das escolas públicas, a implantação de telecentros, a redução de impostos sobre computadores e o estímulo ao uso de software livre.

Além disso, Lula cumprimentou o secretário geral da UIT, Hamadoun Touré, pelo lançamento da Agenda Global de Cybersegurança. Ele observou que a Cúpula Mundial Sobre a Sociedade da Informação (ou WSIS, na sigla em inglês) deu à UIT um mandato para fortalecer a cibersegurança e afirmou que a agência é a instância correta para coordenar este esforço. "O desafio dos crimes cibernéticos demonstra a importância de discutir e debater a governança da internet. O WSIS concluiu que a governança da internet deve ser transparente e democrática, com a participação de governos e da sociedade civil. A UIT deveria ser parte desse esforço".

Para Lula, a entidade "deveria definir padrões para serem adotados no combate à pedofilia, a serem promovidos por todos os países. Precisamos de um instrumento multilateral, que estimule uma cooperação internacional efetiva". A UIT é a agência das Nações Unidas para assuntos de tecnologias da informação e comunicação. (Da redação, com informações da UIT)

Anterior A decisão histórica da Justiça francesa
Próximos Pedido de vista adia votação do PL 29 na CDC