Lucro da TIM sobe 26% no segundo trimestre de 2019


A TIM fechou o segundo trimestre de 2019 com lucro líquido de R$ 423 milhões, valor 26% maior que o registrado no mesmo período do ano passado. O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou R$ 1,6 bilhão, registrando um crescimento anual de 6,2%. A margem Ebitda passou para 37,9% com aumento de 1,4 ponto percentual da registrada no segundo trimestre de 2018.

A receita líquida da TIM chegou, no segundo trimestre deste ano, a R$ 4,2 bilhões, crescimento de 2,4% comparado com o segundo trimestre de 2018. Por mais um trimestre, houve contribuição positiva de todos os segmentos: serviço móvel, serviço fixo e produtos.

Segundo a companhia, a receita líquida de serviços cresceu também 2,4% ao ano no 2T19, registrando leve aceleração frente ao 1T19, a despeito do contexto macroeconômico ainda desafiador e da competição intensa. A receita líquida de produtos cresceu igualmente 2,4% na comparação ano a ano no 2T19.

A TIM destacou o crescimento de 11,8% da base de cliente pós-pago, que já representa 38,8% do total. Também ressaltou o avanço de 19,7% da base de clientes TIM Live, totalizando 507 mil conexões.

A receita média mensal por cliente (ARPU) também avançou tanto no serviço móvel (5,8%) como no TIM Live (7,8%), atingindo os valores de R$ 23,2 e R$ 78, respectivamente.

A companhia ressalta que os resultados são “normalizados” ao incluir os ajustes  para efeitos não-recorrentes, sendo o mais relevante o ganho advindo da decisão judicial referente à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins.

Dividendos

A TIM informou que  irá distribuir  R$ 368,941 milhões a título de juros sobre capital próprio (JCP) com base no resultado do período encerrado em 30 de junho de 2019, mostra um comunicado enviado ao mercado, também nesta terça-feira (30).

Anterior TIM cria diretoria e troca ocupante do Conselho de Administração
Próximos BC publica normas que regulamentam o Cadastro Positivo