Lucro da Telemar sobe 38,7% e soma R$ 283 milhões no 2T06


A Telemar (TNL) obteve um lucro líquido de R$ 282,6 milhões no segundo trimestre de 2006 (2T06), número 38,7% superior ao lucro de R$ 203,8 milhões obtido no segundo trimestre de 2005 (2T05) e 95,6% maior ao obtido no primeiro trimestre deste ano que foi de R$ 144,5 milhões. A empresa divulgou hoje, 27, ao …

A Telemar (TNL) obteve um lucro líquido de R$ 282,6 milhões no segundo trimestre de 2006 (2T06), número 38,7% superior ao lucro de R$ 203,8 milhões obtido no segundo trimestre de 2005 (2T05) e 95,6% maior ao obtido no primeiro trimestre deste ano que foi de R$ 144,5 milhões. A empresa divulgou hoje, 27, ao mercado seus resultados operacionais e financeiros.

A receita líquida consolidada da Telemar foi de R$ 4,062 bilhões, ganho de 0,2% sobre o primeiro trimestre de 2006 (1T06), cuja receita foi de R$ 4,055 bilhões, e queda de 1,48% em relação à receita de R$ 4,123,5 bilhões obtida no 1T05.

O EBITDA (ganhos antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) consolidado da companhia foi de R$ 1,562 bilhão no trimestre, 6,19% menor do que o EBITDA consolidado do 2T05, que foi de R$ 1,664 bilhão, e 5% superior ao EBITDA obtido no 1T06, que foi de R$ 1,485 bilhão. A margem da geração operacional de caixa caiu de 40,4% no 2T05 para 38,4% no 2T06.

A dívida líquida consolidada da companhia foi de R$ 6,090 bilhão no 2T06, aumento de R$ 227 milhões no trimestre (+ 3,9%) e redução de R$ 1,063 bilhão em um ano (-14,9%). Os investimentos consolidados somaram R$ 484 milhões no 2T06, sendo R$ 328 milhões alocados na telefonia fixa e R$ 156 milhões na telefonia móvel, totalizando R$ 925 milhões no primeiro semestre de 2006 (R$ 964 milhões no 1S05). O fluxo de caixa após as atividades de investimento somaram R$ 484 milhões no trimestre (11,9% da receita líquida consolidada) acumulando R$ 925 milhões no ano.

Telefonia fixa
A receita bruta da Telemar com o serviço de telefonia fixa teve queda de 2,2% sobre o 1T06 (de R$ 5,160 bilhões para R$ 5,047 bilhões) e de 2,1% em relação ao 2T05 (R$ 5,153 bilhões para R$ 5,047 bilhões). A empresa encerrou o trimestre com 14,5 milhões de linhas fixas em serviço, queda de 1,7% sobre o 1T06. A Telemar teve queda nas receitas de VC1 (ligação fixo-móvel) – redução de 5,3% em relação ao 1T06 e de 4,8% em comparação ao 2T05 – nas de VC2/3 (-1,2% em relação ao 2T05) e nas de longa distância nacional e internacional (queda de 10,5% em relação ao 2T05).

Banda larga
Em compensação, houve aumento na receita com serviços de comunicação de dados. O Velox, serviço de banda larga da empresa, encerrou o 2T06 com 970 mil acessos, um crescimento de 8,3% em comparação com o trimestre anterior e de 51,3% sobre o 2T05. No 2T06, a receita com dados foi de R$ 614 milhões, aumento de 5,35% em relação ao 1T06 — principalmente em decorrência do aumento de R$ 17 milhões nas receitas de aluguel de linhas dedicadas (SLD e EILD)  e de R$ 7 milhões com o Velox – e crescimento de 24,4% em relação aos R$ 493 milhões obtidos no 2T05.  Esse crescimento de 24,4% se deve à expansão de R$ 58 milhões na receita do Velox e de R$ 45 milhões nas receitas com aluguel de linhas dedicadas. Segundo a empresa, no primeiro semestre de 2006, a receita de comunicação de dados representou 12% da receita de telefonia fixa e 10% da receita consolidada.

Anterior Relacom firma acordo com Colombia Móvil
Próximos Alcatel e Lucent têm queda de lucro no trimestre