Lucro da Algar Telecom aumenta 10,8% no 4º trimestre


Logo_Algar prop

A Algar Telecom apresentou hoje, 23, seu balanço financeiro para o quarto trimestre de 2017. A operadora mineira registrou receita bruta de R$ 922,2 milhões, 7,2% maior que no mesmo trimestre de 2016. O EBITDA, lucro antes de imposto e amortizações, aumentou 16,9%, para R$ 217,6 milhões. E o lucro líquido cresceu 10,8%, para R$ 80 milhões.

Somados todos os trimestres do ano, a companhia obteve receita bruta de R$ 3,55 bilhões, após crescimento de 7,3%. O EBITDA ficou em R$ 780 milhões (+9,9%), e o lucro líquido em R$ 229,6 milhões (+25,1%).

O bom desempenho tem relação com o avanço da empresa no mercado B2B, com aumento das vendas para clientes corporativos. Também as vendas para o consumidor final aumentaram, devido a aumento da demanda por combos com banda larga, TV e telefonia.

Também contribuiu uma mudança estrutural. A operadora tirou parte das micro e pequenas empresas do segmento B2B e passou a atender tais clientes com a equipe do B2C. O que, diz a empresa, melhorou o relacionamento com eles.

A companhia apurou mais receita também graças à oferta de serviços de banda larga de alta velocidade. Encerrou o ano com 46% assinando planos de mais de 10 Mbps.

Capex

A Algar Telecom investiu R$ 218,8 milhões no 4T17, ante R$ 165,7 milhões no mesmo período do ano anterior. Dos recursos do trimestre, 71% foram destinados à expansão de redes e clientes, com destaque para o crescimento das redes metropolitanas nas regiões Sul e Sudeste, à conexão de novos clientes B2B nas cidades já cobertas pela Companhia e à ampliação das redes de ultra banda larga. Mais 19% foram para a manutenção das operações e 10% para o segmento Tech – BPO/Gestão de TI. No ano de 2017 o total de recursos investidos foi de R$ 542 milhões, volume 6,7% maior que os R$ 507,9 milhões investidos em 2016.

Ao final de 2017 a Companhia apresentava dívida bruta consolidada de R$ 1.613,1 milhões, 12,5% superior à posição de 31 de dezembro de 2016. A dívida líquida, por sua vez, encerrou o trimestre em R$ 1.401,1 milhões, 10,9% maior que a de 31 de dezembro de 2016. A companhia que possui indicador de dívida líquida/EBITDA de 1,8x

Anterior Ministério Público quer atuais acionistas fora do conselho da Oi
Próximos Telefónica lança Aura em seis países. No Brasil, está disponível no app Meu Vivo+