LTE ultrapassa 1,9 bilhão de conexões no mundo, 119 milhões na AL


4g-lte-logoA tecnologia de acesso móvel LTE, também chamada de 4G por operadoras, continua a crescer em uso no mundo e na América Latina. Dados da consultoria Ovum divulgados ontem, 14, pela associação 5G Americas mostram que existiam 1,9 bilhão de acessos ativos do tipo no final de 2016. Na América Latina, eram 119 milhões ao final de dezembro. A Ovum estima que em fevereiro deste ano o número tenha superado os 2 bilhões no planeta.

América Latina e o Caribe
O crescimento na região aconteceu apesar da fragilidade econômica e política vista em alguns países, e apresentação prejuízos por parte de operadoras. Como avalia José Otero, Diretor da 5G Americas para a América Latina e no Caribe: “Mesmo nessas condições difíceis, a LTE ainda registrou o maior crescimento de qualquer tecnologia móvel implementada na América Latina, com vários países registrando crescimento de dois dígitos e novas operadoras lançando serviços comerciais LTE. Além disso, a LTE-Advanced consolidou sua posição na região durante o ano, com redes lançadas nas Ilhas Virgens Britânicas, Brasil e Peru, além de vários testes realizados na região”.

A participação de mercado da LTE aumentou de 7,7% para 17% até o final de 2016 na América Latina. A A região tem 699 milhões de usuários móveis, dos quais 119 milhões eram LTE. O quarto trimestre obteve 65 milhões de novos acessos 4G em relação ao mesmo período do ano anterior. Até o final deste ano, a tecnologia vai ter 171 milhões de usuários, segundo a projeção da Ovum, 24% do mercado móvel.
Até 2021, serão 449 milhões de conexões.

Acessos no mundo
O mundo terminou o ano com 7,6 bilhões de acessos móveis, sendo 1,9 bilhão em LTE. Em um ano, a tecnologia ganhou 818 assinantes, crescendo 74%. As conexões LTE devem atingir o marco de 4,7 bilhões até o final de 2021 (inclui M2M), alcançando participação de mercado global de 53% para a LTE até final de 2021.

Anterior Idec: PLC 79 dá muito poder a Anatel e Executivo e ignora o Marco Civil da Internet
Próximos TIM Brasil contrata Nokia para implantar rede 4,5G