LTE faz gasto com infraestrutura crescer 10% em 2014


O gasto com infraestrutura das empresas de telecomunicações de todo o mundo aumentou 10% em 2014. Grande parte da elevação se deveu aos gastos com o LTE, que cresceram 69% no ano, segundo a empresa de pesquisa de mercado Infonetics. Uma operadora, a China Mobile, instalou 700 mil estações radiobase (eNodeB) para a tecnologia na versão TD-LTE, e planeja mais 300 mil este ano.

A Infonetics duvida, no entanto, que 2015 e 2016 apresentem resultado semelhante. Em dois anos, o mercado deve chegar próximo da estagnação até que iniciativas para implementação das redes 5G avancem, o que não deve acontecer até 2020. Com isso, os gastos em infraestrutura (2G/3G/4G), que ficaram em US$ 47 bilhões no ano passado, devem cair para US$ 27 bilhões em 2019.

Apenas no último trimestre de 2014, o investimento em macrocélulas foi de US$ 12 bilhões, crescendo 8% sobre o trimestre anterior e 10% sobre o mesmo trimestre de 2013. A empresa não divulgou a participação de mercado individual dos principais fornecedores, mas afirma que Ericsson, Huawei e Nokia são as líderes no segmento. Segundo a Infonetcis, a Nokia apresentou forte avanço em um ano. (Com assessoria de imprensa)

 

Anterior Garibaldi Alves é o novo presidente da comissão de Infraestrutura do Senado
Próximos Confirmada prorrogação de licenças de 1,8 GHz da TIM e da Oi